Arquivo de Janeiro, 2011

Cabos para automação residencial: atenção especial

Se há pouco mais de 10 anos a Automação Residencial era vista somente como um elemento de status e modernidade, passando uma idéia de ser um item de grande investimento, hoje já é possível perceber como a automação agrega conforto e economia,  tornando-se importante inclusive em projetos residenciais de tamanhos diversos até os interiores de grandes construtoras, que já incluem alguns sistemas em seus novos empreendimentos.

Em qualquer projeto de Automação Residencial, um dos itens mais importantes e que merecem atenção especial são os fios e cabos elétricos utilizados na instalação. Seu correto funcionamento e segurança passam pelos materiais que são produzidos e o seguimento de todas as normas técnicas

É fundamental que os fios e cabos sejam fabricados rigorosamente dentro das normas técnicas vigentes, garantindo a segurança das instalações, por isso é que são exigidos fios revestidos com PVC antichamas, isso garante que os revestimentos não irão propagar incêndios, esse detalhe também evita que pequenos incidentes se transformem em tragédias.

Nas residências tem aumentado muito o número de eletrodomésticos nos últimos tempos, mas as instalações antigas não foram alteradas, o resultado é alto consumo de energia elétrica e em alguns casos curtos-circuitos seguidos de incêndios, justamente porque os fios e cabos de energia elétrica não têm suas especificações observadas, além da falta de um bom revestimento de PVC antichamas, existe o fator temperatura máxima, tempos atrás não existia, mas atualmente exitem no mercado fios e cabos que podem operar sem riscos a uma temperatura máxima de 70ºC até 85ºC sem colocar nada em risco.

Como podem existir sobrecargas, os fios e cabos devem ser dimensionados para suportar o dobro do tempo no caso de um curto-circuito, aplicada esta técnica reduz consideravelmente o risco de incêndios.

Não deve ser economizado na hora de escolher os fios para a instalação elétrica, sempre deve ser o escolhido o tipo de fio que é mais resistente a temperatura e dimensionar os fios para que suportem pelo menos o dobro do tempo no caso de uma eventual sobrecarga, com isso fica reduzido o risco de curtos-circuitos e o risco potencial de incêndios.

Os fios também devem ser flexíveis para facilitar a instalação, serem com revestimento antichama para evitar a propagação de incêndio, e se possível com dupla camada de isolação garantindo assim maior segurança.

Fonte: www.saberdetudo.com.br e www.discabos.com.br

Sobre a Discabos: Presente no mercado de cabos e componentes eletrônicos há mais de 13 anos, a Discabos atua em nichos especiais, que prezam pela qualidade e agilidade na entrega. Possui uma linha para automação residencial e desenvolveu um cabo exclusivo e especial para a instalação destes sistemas. O cabo é construído com uma isolação tubular de fácil utilização e boa flexibilidade. Composto por 2 pares, sendo um par trançado 22 AWG, isolado com material de baixo dielétrico (menos perdas e maior velocidade de transmissão de dados) e blindado com uma fita aluminizada (para evitar interferências). E o outro par, para alimentação, feito com 18 AWG nas cores vermelho e preto.

ATENÇÃO:  Clientes da iHome possuem tabelas especiais de revendas na Discabos. Basta identificar-se!

 


Twitter

Erro: Twitter não está a responder. Por favor espere alguns minutos e recarregue esta página.

Arquivo

Janeiro 2011
D S T Q Q S S
« Dez   Fev »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031